Cafundó nem é tão longe assim. E vale muito a pena!

Imperdível: vem aí o Festival de Gastronomia de Gramado
06/09/2017
Alasca – Estados Unidos – Cristiane, Julio e Manoela
17/09/2017

Cafundó nem é tão longe assim. E vale muito a pena!

Quando a gente quer explicar que um lugar é distante ou de difícil acesso recorremos muitas vezes a expressão “cafundó”. São os ditados como “fui parar naquele cafundó” que me fizeram pensar que realmente eu deveria conhecer uma pousada que tem esse nome curioso: Pousada Cafundó.

Era pra ser um final de semana sem grandes compromissos. Quando de repente uma amiga convidou para passar o seu aniversário com ela. E tem como negar? Pra ela não! Além da boa companhia, a programação era irresistível, pois combinava uma pousada charmosa, passeio no cânion Itaimbezinho e churrasco no fogo de chão, tudo isso em Cambará do Sul, uma região que eu afirmo, com toda a certeza, está entre as mais lindas do Brasil e eu conto aqui por que!

Acolhimento e criatividade

Partimos de Gramado em um final de tarde, e acompanhadas com o mate percorremos 114 quilômetros até Cambará. Eu e meu marido vamos com frequência para aquelas bandas, simplesmente adoramos o sossego dos Campos de Cima da Serra, aqui no Rio Grande do Sul. Chegamos na Pousada Cafundó já era noite e chovia fininho. Fomos recebidas com pelos irmãos Bruno e Cláudia Corino. Ele nos acompanhou até o quarto, explicando como é o acolhimento da pousada. “A tábua de frios está pronta, é nosso boas-vindas para quem vem de longe. Amanhã de manhã, quando quiserem pedir o café, basta abrir as cortinas que traremos para vocês”, explicou Bruno. Serviço personalizado, criativo e sutil. Pronto, a Cafundó já caiu nas minhas graças.

As suítes

Nas 24 suítes de design rústico, as camas queen size são aquecidas e cobertas com edredons de pluma de ganso super fofos mesmo. Quando a gente olha para esse tipo de cama tem imediatamente aquela vontade absurda de se jogar!!! O cuidado nos detalhes, como a rouparia desenvolvida exclusivamente para a pousada, nos fazem sentir ainda mais aconchegados. Todas as suítes tem 40m², mezanino duas camas box spring de solteiro e sacada com vista panorâmica para lago e o vale. Desfizemos as malas, tomamos banho (tem até banheira de hidro com cromoterapia e água cristalina da fonte) e petiscamos a tábua de frios que tinha copa e queijo serrano. Abrimos um vinho para celebrar o aniversário da amiga. E ficamos ali falando da vida. Bah, como eu gosto disso: amigos, vinho e sossego.

Para o café, abra a janela

Quando amanheceu corri para a janela, pois queria descobrir qual era a paisagem. E a paisagem era uma nuvem. Às 6 horas da manhã (não sei por que insisto em acordar tão cedo quando estou longe de casa), a imagem era essa, uma névoa encobria quase tudo. Não fazia muito frio, ao menos não tanto quanto eu esperava encontrar lá. Mas frio não é problema para quem se hospeda na Cafundó, que tem calefação e janelas de vidros duplos termo-acústicos, tudo para garantir conforto térmico. Com a chuva fininha e os 19 graus, decidi ficar entocada na cama pelo menos até as 7. Mas não aguentei mais que isso, pois estava querendo mesmo era “passar a senha” que nos foi dada: para o café da manhã, abram as cortinas. E foi o que fiz!

Café serrano

O café da manhã na pousada é cheio de carinho e muito sabor. Iogurte com granola, suco de laranja, café com leite. Frutas, pães, geleias, bolinhos caseiros e um delicioso rocambole de doce de leite.

A natureza chama

Aquela bruma já tinha cedido espaço para uma paisagem bucólica. Descobri que todas as suítes tem uma linda vista panorâmica de frente para o lago, que foi construído para ambientar a pousada de forma harmoniosa, com espécies locais e inspirado nos movimentos sinuosos dos bosques nativos. Em dias ensolarados, vale muito a pena aproveitar as trilhas e fazer uma caminhada contornando o lago, percorrendo o jardim, o riacho, o córrego e nascente protegida. Montanha, vale e mata nativa. A vista é tão linda e relaxante que bastou uns minutinhos de meditação para eu sentir um profundo estado de paz e equilíbrio. Então pensei que só isso já valeu a experiência.

Comidinhas de bistrô

O Bistrô da Cafundó tem lanchinhos gostosos pra quem está querendo ficar quietinho, acolhido na pousada (ainda mais se estiver muito cansado depois de fazer as trilhas dos cânions! – programa simplesmente imperdível pra quem vai até lá). As opções variam entre burguers, baguetes, quiches, sopas e cremes. Minha amiga escolheu o burguer Cambará (pão artesanal, hambúrguer bovino, queijo mussarela, alface americana, tomate e cebola roxa in natura). Eu pedi a baguete Canyon (pão baguete gratinado com iscas de filé, cebola, alho poró, queijo mussarela e molho bechamel). Para beber decidimos experimentar a pilsen da Koringa Beer, uma cerveja artesanal. Provamos, aprovamos e pedimos mais uma, tudo com a boa companhia de um fogão à lenha.

A simplicidade e a complexidade da natureza.
É pra respeitar. É pra contemplar.

Eu recomendo a pousada por vários motivos, mas um deles é justamente por ela estar localizada na área nordeste do estado do Rio Grande do Sul, no caminho dos cânions Itaimbezinho e Fortaleza (a 10km do centro de Cambará do Sul, a boa notícia é que a estrada foi asfaltada recentemente). A paisagem dessa região simplesmente hipnotiza a gente. Fauna e flora atípicas mostram a força e a exuberância da natureza, quando respeitada. Dos contornos ondulados dos campos, ao som das cachoeiras, tudo por ali tem uma energia especial, tem cheiro de liberdade e de paz.

É importante saber que:

– A pousada não cobra taxas de serviço, mas fique atento, a Cafundó não possui estrutura para receber crianças menores de 10 anos e também não aceita animais de estimação.

– A pousada não possui restaurante, mas tem um bistrô bem querido, que serve burguers, baguetes e outros delicinhas.
– Por se tratar de uma pousada rural, não tem atendimento 24 hora (o horário de atendimento na recepção é das 8h às 20h).
– A Pousada possui serviço de camareira, estacionamento aberto; locais de convivência com livros e jogos de salão e duas churrasqueiras (uma externa, junto das araucárias e outra interna, no bistrô).
– Também conta com serviço opcional e terceirizado de passeios a cavalo.
– O check in é das 12h às 18h e o check out até às 12h.
– A pousada fica próxima aos cânions. Consulte aqui as informações que o site da Cafundó traz sobre os parques Itaimbezinho e Fortaleza e programe sua visita.

Compartilhar

1 Comentário

  1. Ficamos muito honrados em fazer parte desta história, e agradecemos o carinho.
    Beijos e muito sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *